Tradutor Inglês Português

Tradução

Posted on: maio 22, 2010

TraduçãoEste desenvolvimento por ser aquele de uma vida
elevada e característica é também determinado por uma
elevada e característica finalidade. Embora aparentemente
evidente, a correlação Vida e Finalidade não se deixa
apreender facilmente por um simples ato de conhecimento e
só é percebida e captada não naquela sua esfera própria onde
se fazem sentir as finalidades particulares e isoladas da vida,
mas sim numa esfera mais elevada onde pode ser procurado
o objetivo final destas finalidades.

Em última analise todos os fenômenos vitais assim como
as suas finalidades particulares e isoladas não surgem para
serem úteis à vida mas sim para dar expressão à sua
natureza e para apresentar aquilo que ela significa. Do
mesmo modo deverá ser finalidade da tradução expressar a
relação mais íntima das línguas. A tradução nunca consegue
na verdade revelar, nunca consegue estabelecer essa relação
oculta; pode todavia apresentá-la na medida em que de modo
incoativo intensifica ou fecunda a sua essência embrionária.19
Este modo de representar um significado por meio de uma
tentativa e através da essência embrionária da sua fatura
criadora
é
sem
dúvida
absolutamente
original
e
característico20 não podendo ser encontrado para além do
domínio da vida que se associa à linguagem, pois, sob forma
de analogias e sinais e símbolos, a vida tem também outros
tipos de alusão e representação que aquele de uma
atualização intensa e de caráter visionário e insinuante. Essa
relação íntima e oculta que podemos percepcionar entre as
línguas constitui uma convergência e união muito particular
que nos deixa ver que as línguas não são estranhas umas as
outras, e isto não apenas quanto às possíveis relações e
parentescos históricos, mas a priori sendo aparentadas e
análogas naquilo que pretendem exprimir.
Com estas tentativas de explicação parece, aliás, que
depois de um desvio talvez inútil, sempre acabamos por
regressar à tradicional teoria de tradução, pois se as
traduções devem preservar o parentesco21 das línguas que
mais poderão elas fazer senão transmitir o mais exatamente
possível a forma e o sentido do original? A teoria tradicional
não se ocupa, porém, do conceito desta exatidão que ela
própria exige, e não está por isso em condições de afirmar
aquilo que seja em ultima análise essencial numa tradução.
Em boa verdade este parentesco e esta afinidade das línguas
atestam-se de modo mais profundo e preciso que qualquer
semelhança superficial e indefinida que exista em dois
poemas. Para se apreender devidamente a verdadeira relação
entre o original e a tradução, cumpre empregar um critério
cuja finalidade é completamente análoga àqueles processos e
decursos do pensamento em que a crítica do conhecimento
mostra a nulidade de uma teoria de cópia ou reprodução do
real.

Será então demonstrado que nenhum dado do
conhecimento pode ser ou ter pretensões a ser objetivo
quando se contenta em reproduzir o real, e do mesmo modo
também nenhuma tradução será viável se aspirar
essencialmente a ser uma reprodução parecida ou semelhante
ao original.22 Isto
porque o
original se modifica
necessariamente na sua “sobrevivência”, nome que seria
impróprio se não indicasse a metamorfose e renovação de
algo com vida. Mesmo para as palavras já definitivamente
sepultadas num determinado texto existe um amadurecimento
póstumo. Aquilo que em vida de um autor poderia ser uma
tendência ou particularidade da sua linguagem poética pode
mais tarde desaparecer de todo enquanto novas tendências
de natureza imanente surgirão muito possivelmente das
formas literárias. O que dantes era novo pode mais tarde
parecer obsoleto e o que era uso corrente pode soar arcaico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: